No entanto, avalia a consultoria paulista, “é necessário cautela, pois ainda há outros 21 pedidos na fila que ainda podem ser negados”

A aduana do porto de Shanghai acaba de liberar a primeira carga de carne bovina brasileira para entrar na China, informa a consultoria Agrifatto (São Paulo, SP), neste início de tarde de terça-feira (26/10).

Segundo a consultoria, a carne foi certificada em 26 de agosto e embarcada em 10 de setembro.

“Esse pode ser um sinal de que outros (lotes de carne bovina brasileira) serão liberados”, afirma a Agrifatto.

No entanto, continua a consultoria, “é necessário cautela, pois ainda há outros 21 pedidos na fila que ainda podem ser negados”.

O lote liberado é oriundo do Tocantins, informa a Agrifatto.

“Há chance de que os lotes do Mato Grosso sejam bloqueados”, pondera a consultoria, acrescentando que as remessas para China “serão analisadas caso a caso”.

Em 4 de setembro, foram confirmados dois casos atípicos de vaca louca no País (Minas Gerais e Mato Grosso), o que resultou no embargo à carne bovina brasileira ao mercado chinês.

Fonte: portaldbo.com.br e AGRIFATTO