Noticias

12/11/2021 16:40

Foto ASCOM/ADAB

Por meio de videoconferências a Agência Estadual de Defesa da Agropecuária da Bahia (Adab), realizou hoje (12) uma reunião para fazer o primeiro balanço sobre a campanha de vacinação contra a Febre Aftosa. Esses encontros são realizados antes e depois da etapa de vacinação para alinhar metas, corrigir ações e estabelecer estratégias em conjunto. A campanha de vacinação contra a febre aftosa, iniciada em 01 de novembro, tem o objetivo de vacinar animais bovinos e bubalinos de até 24 meses. A meta principal é atingir a taxa de 100% desse rebanho imunizado.

No encontro de hoje foram abordados temas como planejamento da etapa de vacinação, apresentação de números com relação à vigilância ativa no período entre etapas – que compreende a agosto e setembro -, resultados e comparativos da última auditoria feita pelo Ministério da Agricultura e atualização sobre as áreas de risco de febre aftosa no país. Na ocasião, o fiscal estadual Iram Ferrão apresentou um projeto piloto sobre identificação de propriedades de risco.

De acordo com José Neder, coordenador estadual do Programa de Febre Aftosa da Bahia, o projeto deverá ser adotado por todo o Estado. “É importante identificar propriedades de risco para que a gente possa realizar ações direcionadas para essas fazendas com relação à prevenção e à ocorrência da febre aftosa”, afirma. “A vigilância baseada em risco é a principal estratégia para alcançarmos o status de Zona Livre de Aftosa Sem Vacinação”, completou Neder.

Para finalizar, foi apresentado o relatório de geolocalização de propriedade, a atualização da taxa de geolocalização do estado e ajustes que devem ser feitos para o melhor desempenho da ação, já que 50% de propriedades estão geolocalizadas e o objetivo é chegar a 80% até junho de 2022.

Ascom Adab 12/11/2021

Tel: 3091-2044 / 99948-8385

Fonte: ASCOM / ADAB