Confira as novas dicas do doutor em zootecnia Gustavo Rezende Siqueira, pesquisador do Polo Regional de Alta Mogiana da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA)

PUBLICADO EM 08/07/2022 ÀS 12H13 – ATUALIZADO EM 08/07/2022 ÀS 15H46

Um suplemento garante mais de 1 arroba de peso vivo por ano para a recria de bovinos. Você já ouviu falar nessa tecnologia? É o mineral adensado ou também chamado de mineral de alto consumo.

adensado é um suplemento que fornece todos os minerais que o boi precisa, além de ser fonte de aditivosureia e mais farelo ou milho. Tudo isso junto e misturado faz com que o boi melhore seu padrão de consumo.

“O adensado é uma tecnologia que veio para ficar. Ele se adequa demais para a recria e também para a nutrição de vacas. Quando eu penso na recria, é um suplemento mais interessante para ser utilizado na época das águas”, diz doutor em zootecnia Gustavo Rezende Siqueira.

Siqueira é pesquisador do Polo Regional de Alta Mogiana da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). A autarquia está vinculada à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.Nova tecnologia dentro do cocho pode utrbinar os ganhos da recria de gado. Foto: Divulgação

Nova tecnologia dentro do cocho pode turbinar os ganhos da recria de gado. Foto: Divulgação

O pesquisador foi entrevistado pela reportagem do Giro do Boi. A reportagem foi ao ar nesta sexta-feira, 8, e faz parte da série feita nas unidades de pesquisa da APTA.

Recria de gado de peso

Enquanto, o boi come uma média de 80 gramas a 100 gramas de sal mineral por dia. Já o adensado, o boi vai comer de 120 gramas a 150 gramas por dia.

Bezerro gordo: como aproveitar o potencial da desmama na seca

Lote de garrotes a pasto na recria. Foto: Divulgação

Ou seja, o boi comeria metade da quantidade de um sal proteinado. Ele tem um consumo de 0,3 grama a 0,5 grama de produto para cada quilo de peso vivo.

“É um produto que traz um pacote tecnológico muito robusto.  Apesar de o ganho parecer uma quantidade pequena, ele adensa tecnologias e consegue levar isso para o animal”, diz Siqueira.

O nome adensado vem justamente dessa característica do suplemento.

Ganhos

Bovinos vão mais no cocho com o mineral adensado. Foto: Divulgação

Bovinos vão mais no cocho com o mineral adensado. Foto: Divulgação

O animal come o mineral adensado com mais frequência do que ele comeria em comparação ao sal mineral.

“Com o adensado o boi visita o cocho todo os dias. Quando ele come apenas o mineral, o gado pode passar até quatro dias sem ir ao cocho”, diz Siqueira.

Para o pesquisador o produto tem um pacote tecnológico comparável a um protéico de uma grama. O suplemento garante de 100 gramas a 110 gramas de ganho a mais por dia. É uma tecnologia de fácil acesso de baixo custo.

Especiais da APTA

Este foi o 11º episódio das 20 reportagens especiais feitas nas unidades da APTA. O objetivo é, a cada semana, apresentar o que a pesquisa agropecuária tem estudado para o desenvolvimento da atividade da produção de carne bovina.

As reportagens são exibidas todas as sextas-feiras no programa Giro do Boi. O programa de TV vai ao ar de segunda à sexta no Canal Rural, às 7h00 (horário de Brasília).

COMPARTILHAR ESTA NOTÍCIA

LEIA MAIS SOBRE

Fonte: girodoboi.com.br