MERCADO

Negociações envolvendo animais padrão China carregam ágio de até R$ 20/@ em relação a animais destinados ao mercado doméstico

Foto internet – divulgação

PUBLICADO EM 20/09/2022 ÀS 19H04 POR AGÊNCIA SAFRAS

O mercado físico de boi gordo registrou preços estáveis nesta terça-feira (20).

De acordo com o analista de Safras & Mercado, o mercado mantém o padrão de negócios em grande parte do país. Negociações envolvendo animais padrão China carregam ágio de até R$ 20/@ em relação a animais destinados ao mercado doméstico.PUBLICIDADE

“O resultado das exportações justifica essa situação, com o Brasil caminhando para um recorde histórico tanto em volume, quanto em receita”, diz Iglesias

O comentarista ainda destaca que no Centro-Norte do país a posição das escalas de abate oferece tranquilidade aos frigoríficos que atuam na região, permitindo tentativas de compra abaixo da referência média.

boi gordo - abates

Foto: Christiano Antonucci/Secom-MT

Dessa maneira, em São Paulo (SP), a referência para a arroba do boi ficou em R$ 292/293. Já em Dourados (MS), a cotação seguiu em R$276.

Ao mesmo tempo, em Cuiabá (MT), a arroba de boi gordo finalizou o dia cotada a R$ 265. Simultaneamente, em Uberaba (MG),  as cotações ficaram em R$ 280.

Já em Goiânia (GO), a arroba continuou cotada em R$ 260 .

Boi: mercado atacadista

O mercado atacadista apresenta queda nas cotações nesta semana.

De acordo com Iglesias, esse movimento é natural no decorrer da segunda quinzena do mês, período que conta com menor apelo ao consumo e por consequência uma reposição mais lenta entre atacado e varejo. A demanda no decorrer do último trimestre pode motivar a alta dos preços ao longo da cadeia produtiva

Então, o quarto dianteiro do boi recuou e teve cotação de R$ 16,20.  Já a ponta de agulha teve preço de R$ 16,30.

Por fim, o quarto traseiro teve preço de R$ 21 por quilo, queda de R$ 0,10.

COMPARTILHAR ESTA NOTÍCIA

LEIA MAIS SOBRE

Fonte: canalrural.com.br